Menopausa e Climatério

O que é?

A menopausa é a última menstruação da mulher. Delimita a fase pré-menopausa da pós-menopausa no climatério.

O climatério é a transição do período reprodutivo para o não reprodutivo, devido à diminuição dos hormônios sexuais produzidos pelos ovários, que acontece a todas as mulheres (a partir dos 40 anos) quando param de ovular.

A diminuição ou ausência de hormônios sexuais (estrogênio principalmente) produz (não sempre) alguns sintomas e sinais conhecidos como síndrome climatérica ou menopausal.

 

Quais os sintomas mais frequentes?

  • Fogachos (ondas de calor intenso e súbito) em 75% a 80% das mulheres.
  • Suores noturnos e insônia
  • Menor (até falta total) desejo sexual
  • Atrofia e ressecamento vaginal (perda de elasticidade e diminuição das secreções).
  • Irritabilidade e depressão (falta de auto-estima).
  • Síndrome uretral (ardência urinária e micção freqüente e urgente).
  • Aumento de risco cardiovascular (menor nível de estrogênio, que evita formação de trombos)
  • Osteoporose (perda de massa óssea, com alto risco de fraturas).
  • Perda de memória.

 

Por que tratar?

Se os sintomas forem graves, o tratamento é para melhorar a qualidade de vida da mulher. O tratamento com hormônios ou com substitutos hormonais reduz a gravidade dos sintomas e a perda óssea. O tratamento deve ser individualizado, para prevenção de certos riscos que podem se apresentar em mulheres susceptíveis.

 

Vantagens do Tratamento Hormonal Desvantagens do Tratamento Hormonal
Redução do risco de Osteoporose Custo do tratamento
Melhora dos sintomas de depressão Tratamento prolongado
Melhora da atividade sexual Possibilidade de retorno do ciclo menstrual (em alguns casos)
Melhora da memória Risco de Câncer de mama em algumas pacientes com tendência genética
Melhora dos fogachos  
Proteção contra câncer de Cólon  
Melhora da qualidade de vida da mulher  

Recomendações para a Menopausa

Cuidar do peso corporal com atividade física e alimentação adequada. A tendência na fase da menopausa é o metabolismo ficar mais lento, portanto um cuidado redobrado é necessário.

Consumir dieta rica em grãos integrais, vegetais e frutas. Limitar gorduras saturadas consumindo carnes magras e vegetais. Consumir peixes oleosos duas vezes por semana.  Consumir pouco sal. Se beber,  faça-o com moderação, melhor ainda se não fumar!

Equipe Mispá Vida Plena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *